Buenos Aires - 1º dia: Galerias Pacífio, El Palacio de La Papa Frita, La Cabrera e mais!

Oi pessoal! 
Conforme combinado, hoje começo a contar sobre o que fiz em cada dia em Buenos Aires na viagem de outubro/2015.
O 1º dia, digamos que foi um "conhecimento de terreno" e aprendizado. Fomos enganados por taxistas duas vezes. A primeira vez eu contei aqui , e a segunda, eu conto mais pra baixo.


Av. Presidente R. Saens Pena com a Florida.
Deixamos as malas no hostel e descemos a Florida. Passamos pelo Cambio Virtual para trocar nossos dólares/reais, voltamos ao hostel para pagar e fomos almoçar. 
Tinha lido muitas indicações sobre o restaurante El Palacio de La Papa Frita e como era perto de onde estávamos, fomos. 



Patêzinho DELÍCIA com pão...
Todos os restaurantes que fomos serviram esses couvertzinhos... Patês, pãezinhos, biscoitinhos. Apesar de parecer uma super cortesia, se você ingerir, vai pagar por eles. Como estávamos lá pra aproveitar e provar tudo, sempre aceitamos.



Como já era mais da metade da tarde e já havíamos comido muita besteira (no avião, no aeroporto...) e lá no restaurante pedimos também empanadas de entrada (que por sinal a fome era tanta que esqueci de fotos), o prato principal foi individual dividido pra dois. Satisfez, mas pra quem ama carne e quer saborear com fartura, pode pedir o individual pra cada.
Tomamos café nessa cafeteria antiguinha e charmosa, quase em frente ao restaurante.

Arquitetura linda e impressionante a cada esquina!
Super moda entre as mulheres argentina eram as super plataformas! TODAS elas usavam. De chinelo às botas, esse salto era visto aos montes.
Almoçamos, fomos andar e resolver de uma vez 2 dias de passeios: encontramos a agência que contratava e saía com o city tour (que planejamos para o dia seguinte) e a agência que compramos as passagens de barco para Colônia Del Sacramento (Uruguai). 

Depois, continuamos a bater perna e chegamos nas famosas Galerias Pacifico. É enorme, linda, e possui muitas lojas boas lá dentro. As lojas são mais caras, de marca. Não acredite que vá encontrar as "pechinchas portenhas" que o povo sempre fala (TIPO: jaqueta de couro, botas, etc). Não compramos nada, pois o intuito da viagem não era esse. Não ficamos entrando em lojas, mas foi legal conhecer. É bonito, organizado, iluminado. Gostei muito!



Teto incrível das Galerias Pacifico!
Fomos para o hostel, descansamos um pouco e logo nos arrumamos para ir jantar. Escolhemos um restaurante com excelentes avaliações, então quanto antes chegar, melhor seria. 
Espelhinho maroto do hostel.


Minha paixão por portas só aumentou conhecendo essa cidade! Era uma mais linda que a outra!

Pegamos um táxi para ir pro restaurante e eis que... BUM. O motorista me bate em um dos canteiros, fura alguma coisa (radiador, motor, sei-lá-o-quê-or) e deixa a gente preocupado. Li alguns casos de motoristas que "forjam" problemas no carro para assaltar turistas. Mas graças a Deus não foi o caso, ele ficou mega envergonhado, tadinho. E já logo disse que poderíamos ir, pois já ia chamar ajuda e ali era perigoso turista ficar parado à noite.
Chegamos no La Cabrera e a fila de espera era mínima. Esperamos cerca de 10 minutos e já fomos chamados. A decoração do lugar é muito peculiar... Tem de tudo um pouco: desde quadros falando sobre tipos de corte e carne, até brinquedos infantis pendurados no teto.


Bebidinha pra quem está na fila de espera.





Mais uma vez, o couvert estava uma delícia!




Conhecemos uma nova cerveja no jantar, a Imperial. Deliciosa!


Pedimos um super bife de chorizo de 800grms (o maior, pra dividir mesmo) e já sabíamos que os acompanhamentos seriam gostosos... Mas não imaginávamos que seria TÃO incrível! Olha que gracinha que ficou a mesa, cheia de mini porçõezinhas com muito amor!

Tem tomate seco, purêzinhos, milhos, salada de repolho, e muito mais!

Não imaginávamos que v iriam tantas guarnições, e pedimos uma batata frita com cebola caramelizada! Muito gostosa, mas não tem necessidade de pedir. São muitos acompanhamentos e a carne em si já é mais do que suficiente.
Suculenta, no ponto perfeito (pra mim rsrs), derretia na boca de tão macia!!!


Tacinha de champagne oferecida no final como cortesia do cozinheiro. Fofura! Atendimento impecável.
O La Cabrera é um dos melhores restaurantes que já fomos, e fica no bairro do Palermo. Se tem um lugar que indico em Buenos Aires, é esse. Experiência maravilhosa!!! (Obrigada Taynan e Pri por me indicar) <3
Pra quem é do Rio de Janeiro ou região, a novidade é que agora temos o La Cabrera no Brasil, bem no Barra Shopping!

Na volta pra casa, mais uma chateação com táxi. Nossos pesos já estavam no finalzinho (trocaríamos mais no dia seguinte) e o que tínhamos era quase a conta de voltar pro hostel. Era 1 nota de 100 pesos e umas outras menores... Chegando lá, a corrida deu 130 pesos. Entregamos o dinheiro contado, agradecemos e já íamos saindo do carro quando o motorista falou: HEY, mas só tem 40 pesos aqui! Sim, meus amigos. Ele trocou imediatamente a nota de 100 por uma de 10 enquanto nos distraíamos pra descer do carro. Ficamos com cara de pastel, e ele já se fazendo de bravinho como se NÓS fossemos os caloteiros. Resumindo, pagamos o "restante" com reais e aqui ficou mais um aprendizado: quando for pagar, esquece quem está do seu lado, esquece o celular, etc. Chega bem perto do motorista e entrega as notas contando, tipo: "140? Então: 100... 10... 20... 140!" Assim ele já sabe que você está esperto e sabendo as notas que possui. Não tem como ele fazer a troca das notas (por você estar prestando a atenção) e nem colocar a palavra dele contra a sua.
Acredito que esse golpe aconteça MUITO e que MUITAS pessoas nem percebem. Só percebemos mesmo que era isso quando saímos do táxi e lembramos que estávamos com dinheiro contadinho. O problema desses taxistas é que eles já são MUITO treinados pra isso, agem como se fosse algo natural e com isso enganam quem eles quiserem. Mas a partir de agora não NÓS, que já estamos espertos né, galera? Tomem isso e as dicas do post anterior como lição!

Esse foi meu primeiro dia em Buenos Aires! Não deu pra fazer taaaanta coisa porque desembarcamos já na hora do almoço, então aproveitamos pra reconhecer o local e programar melhor os próximos dias.

O 2º dia teve city tour e muuuita coisa legal. Fiz até vídeos! Já estou doida pra mostrar pra vocês.
Beijos e até o próximo post!!!

p.s.: Tatah Fávero não comia carne mal passada DE JEITO NENHUM, até que foi pra Argentina. ;)

Comentários

Postagens mais visitadas