E o meu erro foi crer que estar ao seu lado...

...bastaria. É, não bastava.

De que adianta estar ao lado de alguém que olha o relógio a todo tempo como se ficar ao meu lado fosse um martírio? Não vou te culpar, pois eu só não olhava também porque deixei o meu de lado na minha escrivaninha que você tanto acha bagunçada. Não lembro se não combinava com a minha roupa, ou se eu simplesmente queria te poupar de ver minha angústia para que os minutos passassem mais rápido.

Fomos em um dos melhores restaurantes da cidade, como era de costume. Só íamos nos melhores lugares. Mas eu achava curioso nós dois estarmos tão distantes e frios em um lugar tão luxuoso e aconchegante. No caminho até lá, pela janela do carro, podíamos ver casais em simples barraquinhas de cachorros-quentes se divertindo.

É, não bastou. Sentamos lado a lado na mesa, forçando uma proximidade que não existia ali naquele momento. Fiquei lembrando de quando sentávamos frente a frente e conversávamos olhando nos olhos um do outro de mãos dadas, e sentindo um pouco de raiva daquela mesa que nos "atrapalhava". Não tinha tanto tempo assim. Hoje o que aconteceu foi apenas dar graças a Deus ao Michel Teló e Diogo Nogueira que ficaram cantarolando no dvd do restaurante, nos salvando do silêncio, enquanto nós dois olhávamos pra TV e pensávamos em muitas coisas...

Mas o encontro não foi só de silêncio. Tiveram conversas banais, coisas que eu falaria com qualquer pessoa no meu trabalho durante a hora do café. Claro, conversas intensas e íntimas não faziam mais parte do nosso diálogo. Não ali. Não hoje. Problemas: os meus, os seus, os das nossas famílias. Era disso que mais falávamos. Como se falar resolvesse algo... Acho que no fundo estávamos apenas comparando os problemas dos outros ao nosso problema e pensando que tudo poderia ser pior. Talvez se estivéssemos sozinhos... Cada um com sua vidinha... Estar lado a lado não bastava, era preciso estar junto, estar perto, estar dentro do coração. Eu sei bem que ambos estávamos no coração do outro, mas acho que muitas coisas estão por cima, nos dificultando de enxergar... Temos medo de ver o outro ou temos medo de nos vermos? Aquelas palavras duras, mesquinhas, cruéis, que proferimos achando que vamos atacar e magoar o coração do outro, na verdade machucava a nós mesmos, que estamos lá dentro. O que afinal aconteceu hoje com a gente?

Olhamos em volta e vimos casais abraçados, de mãos dadas, rindo e brincando. Resolvemos esquecer um pouco dos nossos problemas e nos curtir. E curtimos, e brincamos, e nos beijamos. Esquecemos dos relógios. Viu? Nós também somos sorrisos.
Fomos pra casa rindo, conversando, cantando e tudo parecia estar bem. Paramos na porta da minha casa e nos beijamos de uma maneira tão intensa, tão única, que parecia que seria a última vez. Seria? Não sabíamos, e talvez nem queríamos saber...

Subi pro meu quarto pensando no quão diferente e ambíguo fora nosso encontro. Falei pra mim mesma que não precisava mais disso, que não ia querer mais te ver por um tempo. Precisávamos era de mais saudade. Nós nos divertíamos tanto com nossos amigos e quando estávamos juntos sempre deixávamos algo atrapalhar. Realmente estar ao seu lado não bastaria, precisávamos utilizar tanta initmidade para nossa felicidade. Esse encontro nos serviu pra muitas coisas, mas principalmente para provar isso. Era preciso que deixássemos de lado as diferenças (ou melhor, as semelhanças, pois acho que isso é o que nos irritava mais: saber o quanto somos parecidos).

E quando eu fui deitar me deparei com uma sms sua de boa noite, falando o quanto gostou de ter saído comigo e que queria que estívessemos dormindo juntos nessa noite fria, para que eu te esquentasse. Falou que me amava. Eu sempre soube disso, mas ouvir nunca é demais. E dormi com um sorriso no rosto e o coração aquecido. E, baixinho, eu dizia seu nome: não me abandone jamais.

Comentários

  1. Lindinho demais esse texto, Tatah! Ameiii! <3

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo texto. Me perco e me vejo nessas palavras.hih Grazzy

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas